Premiados CINERAMABC 2014

Quase quatro mil pessoas prestigiaram a quarta edição do CINERAMA.BC

Público escolheu MAMAROSH; júri elegeu O DIA DO MINEIRO como Melhor Filme

Quase 4 mil pessoas compareceram à quarta edição do Festival Internacional de Cinema, CINERAMA.BC, que aconteceu em Balneário Camboriú de 6 a 13 de abril. Além do recorde de público, houve também recorde de inscrições: a curadoria, assinada por Barbara Sturm, recebeu 809 curtas-metragens e 188 longas de todo o mundo.

Essa construção iniciou há quatro anos e está dando frutos positivos. Sabemos que esse processo de formação de público é lento, mas estamos felizes porque é um cinema que não existia disponível na região, ainda é difícil encontrar fora do festival esse tipo de filme, por isso é gratificante ver que mais pessoas estão buscando e acreditando no festival”, comemora o organizador André Gevaerd.

Foram exibidas cerca de 50 obras, nas atividades que aconteceram na praça Tamandaré, Cine Itália, Sesc BC e Praia do Estaleiro: Competição oficial, Cineramabc vivo, Mostra catarina, Residência cineramabc, Sessão corujinha e 3º Prêmio cineramabc de curta-metragem.

Internacionalização

O destaque dos organizadores em 2014 foi o FOCO BÉLGICA, que trouxe diversas obras do país europeu, e deu origem ao 1º ENCONTRO DE COPRODUÇÃO BR-BE, o primeiro do mundo com este tema específico. “Esperamos que isso incentive a ANCINE e os Ministérios da Cultura da Bélgica a realizarem um tratado de coprodução, pois ficou provado o grande interesse dos produtores brasileiros e belgas na parceria”, comentou o organizador André Gevaerd.

Outro ponto alto foi a forte presença de convidados internacionais que estiveram em contato direto com o público. Mais de 30 estrangeiros e 70 brasileiros, profissionais e envolvidos com o setor audiovisual, estiveram representando países como Bélgica, Israel, Sérvia, EUA, Argentina, França, Letônia, Portugal, Alemanha, entre outros. Inclusive a Ministra Conselheira da Embaixada da Bélgica no Brasil, Sophie Hottat, participou do festival e entregou um prêmio de reconhecimento ao mérito ao Diretor Damien Chemin e aos Produtores Valérie Bournonville e Paula Gomes pelo filme “A Pelada”, co-produzido pelos dois países e exibido na última sessão.

Os premiados

O prêmio Coruja de Ouro existe desde a primeira edição e é escolhido por um júri especializado, composto todos os anos por profissionais do setor. O público também vota, em todas as sessões, e faz sua escolha de Melhor Filme. Além disso, há o Prêmio da Crítica, escolhido por críticos de cinema.

Coruja de Ouro 2014

Longa Metragem

Melhor Filme – LE JOUR DU MINEUR/O DIA DO MINEIRO, de Gael Mocaer

Melhor Filme Segundo o Júri Popular 2014 – MAMAROSH, de Momcilo Mradovick

Melhor Atriz – Mira Banjac do filme MAMAROSH, de Momcilo Mradovick.

Melhor Ator – Oz Zehavi do filme PARADISE CRUISE/Cruzeiro ao Paraíso

Melhor Direção – Bas Devos pelo filme VIOLET

Menção Honrosa pelo Juri Longa Metragem

Pelo Roteiro – PARADISE CRUISE/ CRUZEIRO AO PARAÍSO, de Matan Guggenhein

Pela Montagem – L’etrange Colour des larmes de ton corps/A estranha cor das lágrimas do seu corpo, de Bruno Forzani e Helene Cattet

 

Curta Metragem

Melhor Curta Metragem – AS GAIVOTAS de Zeno Greton

Menção Honrosa para Curta Metragem – NORMAN de Robbe Vernaeke

Prêmio da Crítica 2014

O artista Hans Op de Beeck, recebeu o prêmio da crítica pelo conjunto da obra, diversidade de suportes e por mostrar um cinema que foi uma descoberta para todos. Hans, muito elogiado, é um artista visual belga e tem um trabalho que mistura fotografia, pintura, escultura e projeções. O prêmio foi escolhido por jornalistas especializados, convidados do festival, e entregue por Christian Petterman, que completou recentemente 28 anos de atividade na crítica cinematográfica.

corujas-1-ajustado.jpg

pracacheia01-1.jpg

convidadostaquarasajustado.jpg

 

 

 

Categorias