9º FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Evento único em Santa Catarina, aconteceu entre os dias 20/11 a 01/12 de 2019 com sessões todos os dias entre 16h00 e 24h00 na Arthousebc.

O FESTIVAL EM NÚMEROS
• 523 filmes e projetos inscritos
• 62 obras selecionadas
• 45 países

O Festival Internacional de Cinema em Balneário Camboriú é um evento completo que apresenta o melhor do cinema brasileiro e estrangeiro para o público. A curadoria busca apresentar o trabalho de diretores estreantes ou consolidados, que estimulem diferentes tipos de sensibilidade, através de filmes exclusivos e inéditos de longa, média e curta-metragem, além de obras audiovisuais inovadoras realizadas em diferentes formatos de produção e destinadas às variadas formas de exibição.

Anualmente o Festival leva a Santa Catarina diversos cineastas, profissionais e artistas que participam das atividades junto ao público e contribuem para a formação de cinéfilos, profissionais e pensamento crítico. Também serão oferecidas atividades de mercado, encontro de coprodução, foco país, homenagens e outras atividades. A Residência Audiovisual proporciona oficinas, palestras e debates do público com artistas e profissionais.

Suas atividades terão início com a realização do 9º Festival Internacional de Cinema em Balneário Camboriú, que acontecerá entre os dias 20 de novembro e 01 de dezembro de 2019. Após a realização da primeira etapa, o festival segue de maneira itinerante até o dia 30 de julho de 2020.

“A cada ano se torna em um festival mais completo, sem se esquecer jamais de dar visibilidade a cada filme selecionado. Foram muitos os encontros entre o público e profissionais e entre profissionais de diferentes países que possibilitaram a consolidação de novas coproduções”, afirma André Gevaerd, fundador e diretor do festival. Para a curadora, Barbara Sturm, o objetivo é “mostrar o melhor do cinema de arte atual em produções nacionais e internacionais e colocando os diretores para interagir junto ao público e à imprensa.”

Em oito anos, importantes convidados como os diretores Carlos Sorín, Frederike Jehn, Helene Klotz, Hanna Doose, Beto Brant, Renato Ciasca, Sérgio Machado, Rubens Velloso, Patrícia Moran, Francisco Garcia, Chico Faganello, David Schurmann, o artista Hans Op de Beeck, as atrizes Bianca Byington, Paula Braun, Djin Sganzerla, Christiane Tricerri, os atores Marcos Azevedo e Ivo Muller, o crítico Rodrigo Fonseca, entre muitos outros, marcaram presença e tiveram contato direto com o público.

Trata-se de um evento cultural com formato inovador que se consolidou como um acontecimento de grande importância. Diversos veículos de comunicação seguem seu desenvolvimento e o colocam como parte oficial do calendário anual dos grandes festivais de cinema.

Os filmes selecionados serão avaliados pelo Júri Oficial. Na Competição Internacional serão premiados com a Coruja de Ouro nas categorias: Filme de Longa-metragem, Diretor, Fotografia, Arte, Montagem, Ator, Atriz, Filme Média-metragem e Filme Curta-metragem, além de Melhor Obra na Competição Catarina, Corujinha e Vivo. O Festival poderá contemplar uma produção de longa-metragem com o Prêmio Cineramabc de Distribuição que garantirá a distribuição do filme no circuito comercial brasileiro de cinema. As produções também serão premiadas pelo Prêmio do Público e pelo Prêmio da Crítica.

CONFIRA ALGUNS DOS TRAILERS:

SESSÕES E HORÁRIOS DOS FILMES SELECIONADOS:

O momento de encontro e festa do festival.

20/11 às 20h10 – ABERTURA – LONGA-METRAGEM
CIDADÃO KANE” / “Citizen Kane”, de Orson Welles (Drama, Mistério / 120 min / 12 anos / EUA / 1941)

01/12 às 22h00 – ENCERRAMENTO – LONGA-METRAGEM
A JANGADA DE WELLES” / “The Welles Raft”, de Firmino Holanda e Petrus Cariry (Drama, Documentário / 75min. / livre / Brasil / 2002

A principal janela do festival onde são exibidos filmes brasileiros e estrangeiros que fazem sua estreia internacional ou nacional.

21/11 às 20h10 e 26/11 às 18h30 – INTERNACIONAL I – LONGA-METRAGEM
MABATA BATA” / “Mabata Bata”, de Sol Carvalho (Drama, Comédia / 74 min / 14 anos / Moçambique, Portugal / 2018)

22/11 às 20h10 e 30/11 às 18h30 – INTERNACIONAL II – LONGA-METRAGEM
A BÓIA” / “La Boya”, de Fernando Spiner (Documentário / 90 min / Livre / Argentina / 2018

23/ 11 às 20h10 e 25/11 às 18h30 – INTERNACIONAL III – LONGA-METRAGEM
CELESTE” / “Celeste”, de Ben Hackworth (Drama / 106 min / 14 anos / Austrália / 2018)

24/11 às 20h10 e 28/11 às 18h30 – INTERNACIONAL IV – LONGA-METRAGEM
ALEKSI” / “Aleksi”, de Barbara Vekarić (Drama, Comedia / 88 min / 18 anos / Croácia, Sérvia / 2019)

25/11 às 20h10 e 01/12 às 18h30 – INTERNACIONAL V – LONGA-METRAGEM
O ÚLTIMO OUTONO” / “The Last Automn”, de Yrsa Roca Fannberg (Documentário / 78 min / Livre / Iceland / 2019)

26/11 às 20h10 e 30/11 às 20h10 – INTERNACIONAL VI – LONGA-METRAGEM
ALELÍ” / “Alelí”, de Leticia Jorge Romero (Drama, Comedia / 88 min / 14 anos / Uruguai, Argentina / 2019)

27/11 às 18h30 e 29/11 às 20h10 – INTERNACIONAL VII – LONGA-METRAGEM
ISOLADO” / “Stray”, de Dustin Feneley (Ficção / 103 min / 14 anos / Nova Zelândia / 2018)

27/11 às 20h10 e 29/11 às 18h30 – INTERNACIONAL VIII – LONGA-METRAGEM
NEW LIFE SA” / “New Life SA”, de André Carvalheira (Drama / 79 min / 12 anos / Brasil / 2018)

28/11 às 20h10 e 01/12 às 18h30 – INTERNACIONAL IX – LONGA-METRAGEM
CERVO” / “Oreina” de Koldo Almandoz (Drama / 88 min / 12 anos / Espanha / 2018)

29/11 às 22h00 – INTERNACIONAL X – MÉDIA-METRAGEM
UM MONÓLOGO NO INTERVALO” / “A Monologue in the Intermission”, de Peter Vulchev (Documentário / 25 min / 14 anos / Bulgária / 2018)
APENAS O CÉU ACIMA DE NÓS” / “Above Us Only The Sky”, de Arthur Kleijan (Documentário, Experimental / 28 min / Livre / Holanda / 2019)
ATRAVÉS DOS ANDES” / “Across The Andes”, de Henrik Dahlbring (Documentário, animação / 25 min / Livre / Suécia / 2019)
ELIAS” / “Elias”, de Jacek Kubaczynski (Drama / 25 min / Livre / Alemanha / 2019)

30/11 às 22h00 – INTERNACIONAL XI – MÉDIA-METRAGEM
A MELHOR MANEIRA” / “La Meillieure Manière…”, de Ingrid Heiderscheidt (Comédia, Drama / 24 min / 14 anos / Bélgica / 2018)
AQUELA MANHÔ / “That Morning”, de Wong Wai Nap (Drama / 45 min / Livre / Hong Kong / 2018)
QUEM QUEIMOU MINHA CIDADE?” / “Who Burned My City”, de Muhammad Refaat (Documentário, Animação / 39 min / 12 anos / Egito / 2019)

23/11 às 18h30 – INTERNACIONAL XII – CURTA-METRAGEM
CARROÇA21” / “Wagon21”, de Gustavo Pera (Documentário / 12 min / Livre / Brasil / 2018)
VIDA DE DESENHO” / “Drawing Life”, de Luciano Lagares (Drama, Animação / 13 min / Livre / Brasil / 2019)
EPIRENOV” / “Epirenov”, de Alejandro Ariel Martin (Drama, Sci-Fi, Stop Motion, Animação / 15 min / Livre / Argentina / 2019)
EU ESTOU OUVINDO” / “I’m Listening”, de Katja Korhonen (Drama / 11 min / Livre / Finlândia / 2019)
PRÁTICA INTENSA PARA MELHORAR O DESEMPENHO” / “Intense Practice to Improve Performance”, de Yasser Shafiey (Drama / 17 min / Livre / Egito / 2018)

24/11 às 18h30 – INTERNACIONAL XIII – CURTA-METRAGEM
ATAQUE DE PÂNICO” / “Panic Attack”, de Eileen O’Meara (Psicológico, Experimental, Animação / 3 min / Livre / EUA / 2016)
ASSISTENTE SEXUAL” / “Sex Assistant”, de Andres Gonzalez Majul (Documentário / 21 min / 16 / Venezuela / 2019)
TANDEM” / “Tandem”, de Vivian Altman (Drama, Animação / 11 min / 14 anos / Brasil / 2019)
A VIAJEM” / “The Trip”, de Eileen Myles (Comédia, Indie, Experimental / 17 min / Livre / EUA / 2019)
“Z-43” / “Z-43”, de Mateus Ferreira Alves (Drama / 16 min / 16 anos / Brasil / 2019)

Aberta a novas manifestações da linguagem audiovisual através de novos meios de produção e diferentes suportes de exibição audiovisual. Cinema expandido, cinema ao vivo, instalações e formatos que ultrapassam as possibilidades da sala escura.

21/11 às 18h30 – VIVO I – LONGA-METRAGEM
EDUARDO GALEANO VAGAMUNDO” / “Eduardo Galeano Vagamundo”, de Felipe Nepomuceno (Documentário, Drama / 70 min / Livre / Argentina, Brasil, México, Portugal, Uruguai / 2018)

22/11 às 18h30 – VIVO II – LONGA-METRAGEM
ANJO DE HEGEL” / “Hegel’s Angel”, de Simone Rapisarda Casanova (Documentário, Experimental / 70 min / Livre / Haiti / 2018)

22/11 às 22h00 – VIVO III – PERFORMANCE AO VIVO
FANTASCÓPIO” / “Fantascópio”, de Diogo de Haro (Experimental / 90 min / Livre / Brasil / 2019)

21/11 às 22h00 – VIVO IV – CURTA-METRAGEM
O ANJO DA HISTÓRIA” / “The Angel Of History”, de Eric Esser (Documentário, Experimental, Guerra, Histórico / 10 min / Livre / Alemanha / 2017)
DO OUTRO LADO” / “On The Other Side”, de Bob Yang, Frederico Evaristo (Drama / 14 min / Livre / Brasil / 2018)
OVOOO” / “Eggg”, de Daniel Hishikawa (Psicológico, Ficção Científica / 8 min / 12 / Japão. EUA / 2019)
KOPACABANA” / “Kopacabana”, de Marcos Bonisson Khalil Charif (Documentário, Experimental / 14 min / Livre / Brasil / 2019)
PRIMAVERA II” / “Spring ||”, de Ed Carter (Sci-Fi / 10 min / 12 anos / EUA / 2019)
SERIA – REFLEXÕES DO TEMPO” / “Would be – Reflections of Time”, de Sophi Saphirah (Documentário / 7 min / 12 anos / Brasil / 2019)

Irá projetar filmes realizados por diretores catarinenses ou que possuam alguma relação com o estado de Santa Catarina. (diretor, produtor, elenco, equipe, locação, etc.)

28/11 às 22h00 – CATARINA I – LONGA-METRAGEM
EULLER MILLER ENTRE DOIS MUNDOS” / “Euller Miller Entre Dois Mundos”, de Fernando Severo (Documentário / 76 min / Livre / Brasil / 2018)

27/11 às 22h00 – CATARINA II – LONGA-METRAGEM
DE MEIEMBIPE A CHUQUISACA: A DESCOBERTA DO IMPÉRIO INCA” / “From Meiembipe To Chuquisaca: The Discovery Of The Inca Empire”, de Carolina Andrade (Documentário / 25 min / Livre / Bolívia, Brasil, Paraguai / 2018)
CUIDA DE MIM” / “Take Care Of Me”, de Liziane Bortolatto (Drama / 21 min / Livre / Brasil / 2018)
ESTAMOS TODOS AQUI” / “We Are All Here”, de Francisco Santos e Rafael Mellin (Drama / 19 min / 12 anos / Brasil / 2018)
NEGO DEAN” / “Nego Dean”, de Lallo Bocchino (Drama / 14 min / 16 anos / Brasil / 2018)

Abre uma janela para o cinema fantástico em sessões noturnas.

23/11 às 22h00 – NOTURNA I – CURTAS E MÉDIAS-METRAGENS
CARANGUEJO REI” / “King Crab”, de Matheus Farias, Enock Carvalho (Fantástico, Ficção Científica, Terror / 23 min / 12 anos / Brasil / 2019)
PURGATORIO” / “Purgatory”, de Gabriel Manso (Drama, Horror Psicológico, Ficção Científica / 25 min / 16 anos / Brasil / 2019)

24/11 às 22h00 – NOTURNA II – CURTAS E MÉDIAS-METRAGENS
VAMPIROS” / “Vampires”, de Filipi Silveira (Fantástico, Ficção Científica / 25 min / 12 anos / Brasil / 2018)
PARANÓIA DOCE” / “Sweet Paranoia”, de Evandro Scorsin (Ficção, Terror / 24 min / 14 anos / Brasil / 2018)
SHHH” / “Shhh”, de Jonathan Mordechay (Comédia, Horror / 12 min / 14 anos / Israel / 2019)
LÍDER DE ESQUDRÃO” / “Squad Lader”, de Maxime-Claude L’Écuyer (Sci-Fi, Drama / 8 min / Livre / Canadá / 2018)

Traz programação para todas as idades, formando jovens cinéfilos.

28/11 às 9h30 e às 14h30 – CORUJINHA I – LONGA-METRAGEM
17 SEGUNDOS” / “17 Seconds”, de Alon Marom (Documentário, Sports / 84 min / Livre / Israel / 2018)

29/11 às 9h30 e às 14h30 – CORUJINHA II – CURTA-METRAGEM
EQUILIBRIO” / “Balance”, de Raymond Limantara Sutisna (Action, Comedy / 4 min / Livre / Singapore / 2018)
BREVES MUDANÇAS” / “Brief Changes”, de Guilherme Munhoz (Comédia, Fantasia, Animação / 4 min / Livre / Brasil / 2018)
A RAINHA ADORMECE ONDE QUER” / “La Regina se Addormenta Dove Vuole”, de Lorenzo Tiberia (Drama / 10 min / Livre / Italia / 2019)
NÃO UM DE NÓS” / “Not One Of Us”, de Bill Jarcho (Animação / 9 min / Livre / EUA / 2017)
SONHOS DE ISAH: O BAÚ DO PAPAI” / “Isah Dreams: Santa Claus”, de João Ricardo Costa (Animação / 8 min / livre / Brasil / 2019)
CAÇADOR DE TROFÉUS” / “Trophy Hunter”, de Sean Burns (Drama / 4 min / Livre / EUA / 2019)

INFORMAÇÕES GERAIS
LOCAL: Arthousebc (Rua São Paulo 581-1 / Balneário Camboriú / Santa Catarina)
INGRESSOS: na bilheteria por apenas R$ 26,00 inteira e R$ 13,00 meia
BILHETERIA: de 18/11 à 01/12 das 15h às 23h ou pelo site www.arthousebc.com

RESIDÊNCIA AUDIOVISUAL 2019

Serão oferecidas oficinas, palestras e bate-papos que acontecem durante o 9º Festival Internacional de Cinema em Balneário Camboriú

Já estão abertas inscrições para as oficinas de Composição de Trilha Sonora e para Realização de Documentário que fazem parte da Residência Audiovisual 2019. “As atividades acontecem pelo segundo ano na Arthousebc, sede própria, o que nos ajuda a desenvolver um centro de produção cinematográfica na região e garante sustentabilidade ao projeto.”, explica André Gevaerd.

A Residência Audiovisual foi desenvolvida para Empresas e Profissionais que buscam informação, atualização e melhor posicionamento no mercado. As atividades terão início no dia 23 e segue até 30 de novembro na Arthousebc, rua São Paulo 581-1, bairro Estados, Balneário Camboriú.

As palestras e bate-papos são gratuitos e as oficinas podem ser garantidas a partir do investimento de R$ 200,00 cada. As vagas são limitadas. Mais informações no site www.festivalbc.com.

Para participar, basta comparecer a Arthousebc para efetuar a inscrição ou preencher o formulário através do link:

LINK PARA INSCRIÇÃO

Dias: 23/11 e 30/11 / Horário: 9h às 12h e das 14h às 17h / Investimento: R$ 200,00 a vista ou em até 2 vezes de R$ 110,00

Nesse curso estudaremos algumas da principais abordagens teóricas e técnicas de como se dá a associação entre som e imagem e de que forma esses se complementam e se transformam. A função e as formas de música para cinema bem como as técnicas envolvidas na criação musical para imagens em movimento são o tema central dos encontros. Porém, o curso também traz um viés prático, em que os participantes terão a oportunidade de compor a trilha sonora de uma cena audiovisual.

Fliblio Ferreira é vencedor de alguns importantes prêmios de composição erudita do país, entre eles o Prêmio Funarte de Composição Clássica e o Prêmio Nacional de Composição Música Hoje. Graduou-se no Curso Superior de Composição e Regência e em Licenciatura em Música, EMBAP. Concluiu o Bacharelado e a Licenciatura em Letras, ambos na UFPR, e se especializou em Análise Musical pela EMBAP.  É mestre em música e tecnologia pela UNESP e doutorando em música e tecnologia pela Universidade Estadual de Campinas,  UNICAMP.

Pré-requisitos: Para participantes ativos: algum conhecimento musical prévio e um computador.
Para ouvintes: Não há pré-requisito.

Dias: 25, 26, 27 e 28/11 / Horário: 18h às 22h / Investimento: R$ 200,00 a vista ou em até 2 vezes de R$ 110,00

Através de textos , exemplos da história do cinema e práticas com a câmera, a oficina vai apresentar e responder algumas perguntas que não são tão óbvias: O que é um documentário e como realizar? Como levar essa linguagem mais além do discurso informativo? Como narrar a verdade desde a própria subjetividade? Podemos criar poesia com a realidade?

Santiago José Asef é formado em cinema na Universidade Nacional de La Plata (Argentina) em 2003, desenvolve trabalho pessoal ligado à experimentação em filmes documentais como “Fingir”, “Depósito” e “Símbolos No Efectivos”. Em 2013 estréia na Argentina seu primeiro longa-metragem, o documentário “8 Jinetes”. A partir do 2013 começa morar e trabalhar no Brasil e dirige os documentários “Antes do inverno” (2013), “Camaroeiros” (2014) e a ópera folclórica “Abrindo as janelas do tempo” (2018), os três produzidos pela Tramela Produções.

Oficina para cineastas, cinéfilos, jornalistas e público em geral.

PREMIAÇÕES

Os filmes selecionados serão avaliados pelo Júri Oficial. Na Competição Internacional serão premiados com a Coruja de Ouro nas categorias: Filme de Longa-metragem, Diretor, Fotografia, Arte, Montagem, Ator, Atriz, Filme Média-metragem e Filme Curta-metragem, além de Melhor Obra na Competição Catarina, Corujinha e Vivo. As produções também serão premiadas pelo Prêmio do Público e pelo Prêmio da Crítica. O Festival poderá contemplar uma produção de longa-metragem com o Prêmio Cineramabc de Distribuição que garantirá a distribuição do filme no circuito comercial brasileiro de cinema.

Coruja de Ouro

Longa-metragem: “Celeste”, de Ben Hackworth

Diretor: Fernando Spiner por “A Bóia”

Fotografia: Ari Wegner por “Isolado”

Arte: Ross Wallace por “Celeste”

Montagem: Alejandro Parysow por “A Bóia”

Ator: Kieran Charnock por “Isolado” e Nestor Guzini por “Alelí”

Atriz: Radha Mitchell por “Celeste”

Média-metragem: “Aquela Manhã”, de Wong Wai Nap

Curta-metragem: “Tandem”, de Vivian Altman

Prêmio do Público

“Alelí”, de Leticia Jorge Romero e

Prêmio da Crítica

“Cervo” de Koldo Almandoz e “Estou Ouvindo” de Katja Korhonen

Obra: “Kopacabana” de Marcos Bonisson Khalil Charif

Obra: “Cuida de Mim” de Liziane Bortolatto

Obra: “Caçador de Troféus”, de Sean Burns

JÚRI OFICIAL

É formado para julgar as diferentes sessões do festival.

Christofer Faust – Formado em Cinema pela Unespar(PR), o blumenauense Christopher Faust possui vasta carreira como curta-metragista, tendo recebido diversos prêmios em festivais, muitos deles de Júri Popular, por curtas como “Garoto Barba”(2010), “Máquina de Sorvetes” (2011), “Festa no Apartamento da Suzana (2012) e “Tudo Bem”(2012). Seu último trabalho como diretor é “Garoto Propaganda” (2015), que teve sua estreia na competitiva internacional do 5º Cineramabc. Além dos prêmios, os filmes que dirigiu já foram exibidos nos mais diversos canais de tv e serviços de VOD. Foi produtor executivo dos longas “Bye Bye Jaqueline”, “Euller Miller Entre Dois Mundos” e “Bia Mais Um”. Sócio da produtora curitibana O QUADRO, é também o criador do METRÔ – Festival de Cinema Universitário Brasileiro, que em 2019 terá sua 3ª edição.

Matheus Camilo – é designer gráfico de formação, professor de história da arte e semiótica. Sua paixão é lecionar e pesquisar a percepção e interpretação humana voltada ao objeto artístico e do entretenimento. Trabalha atualmente com redes de ensino presenciais e on-line. Atua no mercado de palestras tratando da psicologia do cinema, tendência de mercado da arquitetura e design de interiores assim como a semiótica da imagem.

Santiago Asef – é formado em cinema na Universidade Nacional de La Plata (Argentina) em 2003, desenvolve trabalho pessoal ligado à experimentação em filmes documentais como “Fingir”, “Depósito” e “Símbolos No Efectivos”. Em 2013 estréia na Argentina seu primeiro longa-metragem, o documentário “8 Jinetes”. A partir do 2013 começa morar e trabalhar no Brasil e dirige os documentários “Antes do inverno” (2013), “Camaroeiros” (2014) e a ópera folclórica “Abrindo as janelas do tempo” (2018), os três produzidos pela Tramela Produções

Fernanda Duarte – é formada em fotografia na Univali. Após formada iniciou atuação no mercado audiovisual em áreas da fotografia e assistência de câmera. Participou do projeto Rondon e Peres.

Maria Fernanda d’Avila – Mestre em Educação na área de avaliação da aprendizagem na Educação Infantil pela Universidade do Vale do Itajaí (2009), com graduação em Pedagogia (2001). Professora no curso de Pedagogia da Universidade do Vale do Itajaí e consultora de estudos da infância. Tem experiência na área de Educação Infantil , Anos Iniciais do Ensino Fundamental e Ensino Superior, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, educação de 0 a 3, avaliação da aprendizagem, jogos e brincadeiras, projetos pedagógicos e educação para as artes.

ABERTURA E ENCERRAMENTO

É o momento de encontro e festa do festival.

Para essa atividade preparamos uma homenagem ao grande cineasta Orson Welles com a projeção na abertura de Cidadão Kane para a abertura, que é considerada um marco para o início do cinema moderno, e no encerramento com A Jangada de Welles, filme que investiga a passagem de Welles no Brasil quando da ocasião da rodagem de uma obra realizada no Brasil.

Após a exibição de Cidadão Kane, a organização do festival oferece uma festa para celebrarmos juntos a 7ª arte. A cerveja foi gentilmente oferecida pelo Barbarella Café e será gratuita para o público presente.

ABERTURA – 20/11 às 20h10

“CIDADÃO KANE” / “Citizen Kane”, de Orson Welles (Drama, Mistério / 120 min / 12 anos / EUA / 1941)

DIREÇÃO / Director: Orson Welles

ROTEIRO / Scriptwriter: Orson Welles e Herman J. Mankiewicz

ELENCO / Cast: Orson Welles, Ruth Warrick, Joseph Cotten, Agnes Moorehead, Dorothy Commingore e Everett Sloane

SINOPSE / SynopsisApontado frequentemente como um dos melhores filmes já produzidos, a obra-prima de Orson Welles conta a história do magnata da imprensa Charles Foster Kane em uma sequência de flashbacks. Um jornalista fica intrigado pela última palavra de Kane – rosebud – e tenta descobrir o seu significado entrevistando pessoas do passado do magnata. / When a reporter is assigned to decipher newspaper magnate Charles Foster Kane’s (Orson Welles) dying words, his investigation gradually reveals the fascinating portrait of a complex man who rose from obscurity to staggering heights. Though Kane’s friend and colleague Jedediah Leland (Joseph Cotten), and his mistress, Susan Alexander (Dorothy Comingore), shed fragments of light on Kane’s life, the reporter fears he may never penetrate the mystery of the elusive man’s final word, “Rosebud”.

ENCERRAMENTO – 01/12 às 22h00

“A JANGADA DE WELLES” / “The Welles Raft”, de Firmino Holanda e Petrus Cariry (Drama, Documentário / 75min / livre / Brasil / 2002)

Direção e Roteiro: Firmino Holanda e Petrus Cariry

Com Orson Welles e elenco de A Jangada

SINOPSE / Synopsis: O filme narra a história de Manuel Jacaré, líder da jangada São Pedro que saiu em 1941 de Fortaleza (Ceará) com destino ao Rio de Janeiro (RJ) para apresentar uma série de reivindicações dos pescadores da região a Getúlio Vargas, ditador durante o Estado Novo. Em 1942, o célebre diretor de ‘Cidadão Kane’ (1941), Orson Welles, veio ao Brasil para fazer um filme sobre a empreitada revolucionária de 2500km pelo mar em 61 dias. No entanto, durante as filmagens, Manuel Jacaré caiu da jangada e seu corpo desapareceu, motivo pelo qual ‘It’s All True’ nunca foi concluído. ‘A Jangada de Welles’ é um filme sobre histórias silenciadas, luta por direitos trabalhistas e conservação de territórios e práticas tradicionais. / In 1942, Orson Welles was in Brazil filming his documentary “It’s All True” about Carnival and the Jangadeiros (Brazillian fishermen). The leader of Jangadeiros “Manuel Jacaré” died during filming. This fact evokes memories of the New State dictatorship, of Orson Welles in Brazil and the struggle of fishermen for labor rights.

INTERNACIONAL

É a principal janela do festival onde são exibidos filmes que fazem sua première internacional ou nacional. São aceitos filmes de curta e longa-metragem, brasileiros e estrangeiros, que participam de uma mostra competitiva. A curadoria busca apresentar filmes de diretores estreantes ou consolidados que estimulem diferentes tipos de sensibilidade.

Será apresentada de 21 de novembro a 01 de dezembro com sessões em diferentes horários. Algumas sessões apresentam em primeira exibição no Brasil, na América Latina ou no Mundo. As sessões acontecem sempre na Arthousebc e é apresentada para até 42 pessoas em sessão única e exclusiva na sala cinefilia.

Programação: 9 Filmes de longa-metragem, 7 Filmes de média-metragem e 10 Filmes de curta-metragem

SESSÃO INTERNACIONAL I – LONGA-METRAGEM – ARTHOUSEBC – SALA CINEFILIA

21/11 – 20h10  26/11 – 18h30

“MABATA BATA” / “Mabata Bata”

Drama, Comédia / 74 min / 14 anos / Moçambique, Portugal / 2018

DIREÇÃO / Director: Sol Carvalho

ROTEIRO / Scriptwriter: Sol de Carvalho, José Magro

ELENCO / Cast: Emílio Bila, Wilton Boene, Medianeira Massingue, Esperança, Naiene, Mário Mabjaia, Filomena Remígio, Horácio Guiamba, Ilda Gonzalez, Irene Tembe, Norgília Cuamba, Manuel Matchai, Milton Manhenje , Vicente Muchongo, João Espírito Santo, Milton Samuel, Edson José, Márcia Tamele.

SINOPSE / Synopsis: Azarias é um jovem pastor, órfão, guardião de uma manada de bois, onde se destaca o boi Mabata Bata. Os bois serão a base do pagamento do “lobolo”, um dote tradicional que seu tio Raul deve pagar para o próprio casamento.

O sonho de Azarias é ser uma criança normal, ir à escola, no que é apoiado pela avó. Um dia, quando Azarias está no pasto, Mabata Bata pisa em uma mina – fruto da guerra civil no País – e explode. O jovem teme as represálias do tio e foge para a floresta, levando consigo os bois restantes. A avó e o tio partem em sua busca, para resgatá-lo e convencê-lo a voltar. / Azarias is a young orphan shepherd, keeper of a herd of oxen, where the ox Mabata Bata stands out. The oxen will be the basis of the “lobolo” payment, a traditional dowry that his uncle Raul must pay for his own marriage. Azarias’ dream is to be a normal child, to go to school, gold that is supported by his grandmother. One day, when Azariah is in the pasture, Mabata Bata steps into a mine – the result of the civil war in the country – and explodes. The young man fears his uncle’s reprisals and flees to the forest, taking with him the remaining oxen. The grandmother and uncle leave in their quest to rescue him and persuade him to return.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Awards: Atlantis Film Awards (Spain) December 13, 2018 Espanha Special Mention. / Plateau – Festival Internacional de Cinema (Cabo Verde) Cabo Verde Best Feature Film. / FESPACO – Festival panafricain du cinéma et de la télévision de Ouagadougou (BF) February 23, 2019 Burkina Faso FESPACO 2019 – Best Cinematography – Jorge Quintela. / 17th edition of the African Film Festival Angers – Cinémas et Cultures d’Afrique April 2, 2019 France Youth Jury – Best Feature Award

SESSÃO INTERNACIONAL II – LONGA-METRAGEM – ARTHOUSEBC – SALA CINEFILIA

22/11 – 20h10  30/11 – 18h30

 “A BÓIA” / “La Boya”

Documentário / 90 min / Livre / Argentina / 2018

DIREÇÃO / Director: Fernando Spiner

ROTEIRO / Scriptwriter: Fernando Spiner, Anibal Zaldivar, Pablo de Santis

SINOPSE / Synopsis: Fernando viaja para a cidade em frente ao mar, onde passou a adolescência para cumprir um ritual que compartilha com Anibal, jornalista e poeta: nadar até uma bóia. Mas este ano Fernando tem um plano adicional: fazer um documentário sobre Aníbal e sua relação com a poesia e o mar. Ao investigar a vida de seu amigo, Fernando investiga seu próprio passado; desde que Hannibal teve uma forte amizade com seu pai, Lito. Antes de morrer, Lito encomendou a Hannibal que jogasse uma velha bóia no mar. Através das quatro estações, a bóia une amigos, mas ao mesmo tempo representa um quebra-cabeça familiar para Fernando. / Fernando travels to the town in front of the sea where he spent his adolescence to fulfill a ritual that he shares with Anibal, journalist and poet: swimming to a buoy. But this year Fernando has an additional plan: to make a documentary about Hannibal and his relationship with poetry and the sea. When inquiring into his friend’s life, Fernando investigates his own past; since Hannibal had a strong friendship with his father, Lito. Before he died, Lito commissioned Hannibal to drop an old buoy into the sea. Through the four seasons, the buoy unites friends, but at the same time represents a familiar puzzle for Fernando.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: 33º Festival Internacional de Cine de Mar del Plata / 37º Festival Cinematografico Internacional Del Uruguay / Nominada Por La Academia De Cine Argentino A Los Premios Platino Al Cine Iberoamericano / 25º Mostra De Cine Latinoamericano De Catalunya, España / Ganadora Mejor Pelicula Festival De Cine Del Mar, Punta Del Este, Uruguay / Ganadora Mejor Pelicula Documental De 5 º Edicion De Cine De Las Alturas, Jujuy, Argentina / 10º Festival De Cine Mirada Oeste, Mendoza / Nominada Por La Academia De Cine Argentina Como Mejor Película Documental 2018  / 43º Festival Internacional De Cine De San Pablo, Brasil / Retrospectiva De Fernando Spiner En El 34º Festival De Cine Latinoamericano De Trieste, Italia

SESSÃO INTERNACIONAL III – LONGA-METRAGEM – ARTHOUSEBC – SALA CINEFILIA

23/11 – 20h10  25/11 – 18h30

“CELESTE” / “Celeste”

Drama / 106 min / 14 anos / Austrália / 2018

DIREÇÃO / Director: Ben Hackworth

ROTEIRO / Scriptwriter: Ben Hackworth

ELENCO / Cast: Radha Mitchell, Thomas Cocquerel, Odessa Young, Nadine Garner

SINOPSE / Synopsis: Escondida do mundo em uma propriedade em ruínas no exuberante tropical Far North Queensland, Celeste ansiosamente chega a Jack, filho de seu falecido marido, convidando-o a voltar para a casa da família, lânguida e extensa, para seu recital tão esperado. O re-aparecimento de Jack após uma longa ausência desperta memórias perturbadoras, colocando os dois em uma órbita mutuamente precária. / Hidden from the world at a crumbling estate in lush tropical Far North Queensland, Celeste anxiously reaches out to Jack, her late husband’s son, inviting him to return to the languid, sprawling family home for her much-anticipated recital. Jack’s reappearance after a long absence stirs up unsettling memories, pulling them both into a mutually precarious orbit.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: Melbourne International Film Festival / Brisbane International Film Festival Brisbane / Santa Barbara International Film Festival / BFI London International Film Festival / Sedona International Film Festival / Riverrun International Film Festival, Cork Film Festival / Greenwich International Film Festival

SESSÃO INTERNACIONAL IV – LONGA-METRAGEM – ARTHOUSEBC – SALA CINEFILIA

24/11 – 20h10  28/11 – 18h30

“ALEKSI” / “Aleksi

Drama, Comedia / 88 min / 18 anos / Croácia, Sérvia / 2019

DIREÇÃO / Director: Barbara Vekarić

ROTEIRO / Scriptwriter: Barbara Vekarić

ELENCO / Cast: Tihana Lazović, Goran Marković, Sebastian Cavazza, Jason Mann, Leon Lučev, Neda Arnerić, Aljoša Vučović

SINOPSE / Synopsis: Com seus vinte e poucos anos, ainda aprendendo o que é ser uma pessoa adulta, a jovem Aleksi (Tihana Lazovic) simplesmente decide ignorar todas as suas responsabilidades para viver como se nada trouxesse consequências. Ela sai com todos os homens que deseja e vai à todas as festas possíveis, mas rapidamente percebe que não pode ignorar algumas coisas. / Aleksi is approaching her 30s but still stuck under her parents’ roof. While ignoring her pressing responsibilities, she follows her impulses with various men: Christian, an American photographer who she bonds with due to the similar interests; Goran, a local musician with whom she has an intense physical chemistry; and Toni, an older, richer, charming playboy who tries to lure her with the extravagance of yachts, parties and expensive drugs.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Awards: International premiere: South By Southwest 2019 (Global Competition) / FEST 2019, Belgrade, Serbia – BEST DEBUT FILM / Edinburgh Film Festival 2019, UK / Freiburg Film Festival 2019, Switzerland / New Jersey International Film Festival 2019 – BEST FEATURE FILM / Festival of European and Mediterranean Film 2019, BIH / Beach film Festival Ohrid, Macedonia / Diamond Film Awards 2019 – BEST INDIE FILM / Woods Hole Film Festival, USA – BEST CINEMATOGRAPHY / Quito Film Festival, Ecuador – to be screened (August) / Šipan film festival, Croatia – to be screened (August) / Miami Independent Film Festival, USA  – to be screened (September) / East Northeast, Newburgh, New York – to be screened (September) / Skopje film festival, Macedonia

SESSÃO INTERNACIONAL V – LONGA-METRAGEM – ARTHOUSEBC – SALA CINEFILIA

25/11 – 20h10  01/12 – 18h30

“O ÚLTIMO OUTONO” / “The Last Automn”

Documentário / 78 min / Livre / Iceland / 2019

DIREÇÃO / Director: Yrsa Roca Fannberg

ROTEIRO / Scriptwriter: Yrsa Roca Fannberg & Elín Agla Bríem

SINOPSE / Synopsis: Mais de mil outonos atrás, os humanos chegaram com seus animais a uma terra empurrada contra o oceano Ártico. O outono chegou e o outono passou. Onde termina a estrada, Úlfar, o último de uma longa linhagem de agricultores, vive com sua esposa. Quando o outono volta, seus netos chegam da cidade para assistir ao último rebanho do rebanho. No próximo outono, a agricultura cessará e todas as ovelhas desaparecerão, mas a paisagem empurrada contra o Oceano Ártico continuará a contar sobre isso no último outono do fim do mundo. / More than a thousand autumns ago, humans arrived with their animals to a land pushed up against the Arctic ocean. Autumns came and autumns went. Where the road ends, Úlfar, the last in a long line of farmers, lives with his wife. As autumn returns their grandchildren arrive from the city to attend the last herding of the flock. Next autumn farming will cease and all the sheep will be gone, but the landscape pushed up against the Arctic ocean will continue to tell about that one Last Autumn at the end of the world.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Awards: Karlovy Vary International film festival, July 2019 / International Documentary Competition / Reykjavik International Film Festival, September 2019. New Vision Competition / Riga International Film Festival, October 2019. Feature Film Competition / Jerusalem Anthropological Film Festival, Jerusalem, Israel, November 2019

SESSÃO INTERNACIONAL VI – LONGA-METRAGEM – ARTHOUSEBC – SALA CINEFILIA

26/11 – 20h10  30/11 – 20h10 

“ALELÍ” / “Alelí

Drama, Comedia / 88 min / 14 anos / Uruguai, Argentina / 2019

DIREÇÃO / Director: Leticia Jorge Romero

ROTEIRO / Scriptwriter: Leticia Jorge Romero & Ana Guevara Pose

ELENCO / Cast: Néstor Guzzini, Mirella Pascual, Cristina Morán, Romina Peluffo

SINOPSE / Synopsis: AL significa Alba e Alfredo, E é Ernesto e LI é Lilian. As iniciais de todos conformam o sinal que está pendurado na entrada da casa de praia da família: ALELÍ. De todos, exceto Silvana, que nasceu tarde. A venda iminente da casa e o luto pela morte do patriarca enfrentam uma família que parece disposta a incendiar tudo. / AL stands for Alba and Alfredo, E for Ernesto and LI for Lilian. The initials of everyone conform the sign that hangs at the entrance of the family beach house: ALELÍ. Of everyone except Silvana, who was born late. The imminent sale of the house and the mourning for the patriarch’s death face a family that seems willing to set everything on fire.

SESSÃO INTERNACIONAL VII – LONGA-METRAGEM – ARTHOUSEBC – SALA CINEFILIA

27/11 – 18h30 29/11 – 20h10

“ISOLADO” / “Stray”

Ficção / 103 min / 14 anos / Nova Zelândia / 2018

DIREÇÃO / Director: Dustin Feneley

ROTEIRO / Scriptwriter: Dustin Feneley

ELENCO / Cast: Kieran Charnock, Arta Dobroshi

SINOPSE / Synopsis: Em uma paisagem fria e remota, dois estranhos lutam para reparar seu passado quebrado. Um jovem está em liberdade condicional após cumprir pena por tentativa de assassinato do homem que matou sua namorada em um acidente. Uma mulher é libertada de um centro psiquiátrico longe de sua terra natal. Esses dois estranhos feridos cruzam o caminho nas montanhas no inverno e entram em um relacionamento íntimo complexo, colocando à prova sua capacidade de confiar e curar. / In a cold and remote landscape, two strangers struggle to repair their broken pasts. A young man is on parole after serving time for attempting to murder the man who killed his girlfriend in a hit and run. A woman is released from a psychiatric facility far from her homeland. These two damaged strangers cross paths in the mountains in winter and fall into a complex intimate relationship, putting to the test their capacity to trust and heal.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: Moscow International Film Festival 2018, Moscow, Russian Federation, April , 2018  World Premiere  Main Competition | WINNER Silver Saint George Award – Best Actor | NOMINEE – Golden Saint George Award – Best Film / Miskolc International Film Festival 2018, Miskolc, Hungary, September, 2018, Hungarian Premiere International Competition | NOMINEE – Emeric Pressburger Prize – Best Film / Nara International Film Festival 2018, Nara, Japan, September, 2018, Asian, Premiere, International Competition | NOMINEE – Golden Shika Award – Best Film Brooklyn Film Festival 2019, New York, United States , June, 2019 , US Premiere  / International Competition | WINNER – Best New Director / Chicago International Arthouse Film Festival 2019, Chicago, United States , November, 2019 , International Competition | NOMINEE – Best International Feature Film, NOMINEE – Best Actor, NOMINEE – Best Screenplay

SESSÃO INTERNACIONAL VIII – LONGA-METRAGEM – ARTHOUSEBC – SALA CINEFILIA

27/11 – 20h10  29/11 – 18h30

“NEW LIFE SA” / “New Life SA”

Drama / 79 min / 12 anos / Brasil / 2018

DIREÇÃO / Director: André Carvalheira

ROTEIRO / Scriptwriter: Aurélio Aragão

ELENCO / Cast: Renan Rovida, Wellington Abreu, Murilo Grossi, Fernanda Rocha, André Deca, Rômulo Augusto, Juliano Coacci, João Rafael, Rodrigo da Silva Lelis, Sergio Sartório, Catarina Accioly, Larissa Mauro, Marcelo Pelúcio, Vanise Carneiro, Leandro Carneiro, Anna França

SINOPSE / Synopsis: Augusto é um jovem arquiteto bem-sucedido que planejou um grande condomínio em Brasília onde seus habitantes viveriam uma nova vida. Um condomínio com as virtudes de um homem novo, uma sociedade nova, o New Life. No entanto, a utopia de Augusto se choca com a realidade ao seu redor. / Augusto is a successful young architect who planned a large condominium in Brasilia where its inhabitants would live a new life. A condominium with the virtues of a young man, a new society, the New Life. However, Augusto’s utopia clashes with the reality around him.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: 51° Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, Brasília, DF, Brazil, September, 2018, Brazilian Melhor Filme; Melhor Ator (Murilo Rossi) / 34° Warsaw Film Festival Varsóvia, Poland, December, 2018, European  Selected

SESSÃO INTERNACIONAL IX – LONGA-METRAGEM – ARTHOUSEBC – SALA CINEFILIA

28/11 – 20h10  01/12 – 18h30

“CERVO” / “Oreina”

Drama / 88 min / 12 anos / Espanha / 2018

DIREÇÃO / Director: Koldo Almandoz

ROTEIRO / Scriptwriter: Koldo Almandoz

ELENCO / Cast: Ramon Agirre, Patxi Bisquert, Iraia Elias, Erika Olaizola, Laulad Ahmed Saleh

SINOPSE / Synopsis: Khalil é um jovem sem raízes que vive nas margens da cidade, onde as propriedades industriais se depositam no rio e no pântano. Ele sobrevive o melhor que pode, passando os dias com um caçador furtivo que divide uma casa na margem do rio com um irmão com quem ele não conversa há anos. Nas margens do pântano, as marés marcam o tempo de amor e indiferença, amizade e vingança. / Khalil is a rootless young man who lives in the city’s margins, where industrial estates bank onto the river and the marsh. He survives as well as he can, spending his days with a poacher who shares a house on the riverbank with a brother he has not talked to for years. On the shores of the marsh the tides mark the time for love and indifference, friendship and revenge.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: New Directors San Sebastian Film Festival, 2018 / Edinburgh Film Festival, 2019

SESSÃO INTERNACIONAL X – MÉDIA-METRAGEM – ARTHOUSEBC – SALA CINEFILIA

29/11 – 22h00

“UM MONÓLOGO NO INTERVALO” / “A Monologue in the Intermission”

Documentário / 25 min / 14 anos / Bulgária / 2018

DIREÇÃO / Director: Peter Vulchev

ROTEIRO / Scriptwriter: Peter Vulchev

ELENCO / Cast: Vessa Tonova

SINOPSE / Synopsis: “Um Monólogo na Intermissão” é um documentário retrato da prima bailarina Vessa Tonova. O filme é filmado por apenas seis horas, durante a peça “Swan Lake” na Sofia Opera e Ballet em 2014. Durante esse curto período, cheio de adrenalina e estresse, Vessa Tonova faz a confissão mais sincera de sua vida. Toda a sua confissão é filmada em seu camarim, durante o intervalo e entre as cenas em que ela não toca. Lá, em seu camarim solitário e aconchegante, imerso em memórias e pensamentos que Vessa fala sobre si mesma, pelo que ela criou e sacrificou, por sua família e seus medos de que o fim de sua carreira está próximo / “A Monologue in the Intermission” is a documentary movie, portrait of the prima ballerina Vessa Tonova. The movie is filmed for six hours only, during the play “Swan Lake” in Sofia Opera and Ballet in 2014. During this short time, filled with adrenaline and stress, Vessa Tonova makes the most sincere confession for her life. Her whole confession is filmed in her dressing room, during the intermission and between the scenes she doesn’t play in. There, in her lonely and cosy dressing room, immersed in memories and thoughts Vessa talks about herself, for what she has created and sacrificed, for her family and her fears that the end of her career is close.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: CineMuskoka Film Festival Huntsville, Ontario, Canada, September, 2018, World Premiere Official Selection and Award for Best Editing / Saratov Sufferings Documentary Drama Film Festival, Saratov, Russian Federation, September, 2018, Russian Premiere Official Selection / Strasburg Film Festival Strasburg, United States, November, 2018, USA Premiere Official Selection


“APENAS O CÉU ACIMA DE NÓS” / “Above Us Only The Sky”

Documentário, Experimental / 28 min / Livre / Holanda / 2019

DIREÇÃO / Director: Arthur Kleijan

ROTEIRO / Scriptwriter: Arthur Kleijan

SINOPSE / Synipsis: ABOVE US ONLY SKY é uma alegoria visual e narrativa em camadas da memória individual e coletiva, bem como uma forma contemporânea de mitologia pessoal. Um narrador leva o espectador a uma história realista realista que é desprovida de fabricação. Sua história começa com uma investigação sobre um acidente de avião na Tchecoslováquia comunista, à qual uma mulher (Vesna Vulovic) sobreviveu após uma queda improvável no ar. Esse evento se torna o ponto de entrada para uma densa rede de eventos aparentemente não relacionados que parecem estar profundamente enredados. O protagonista se vê envolvido por coincidência em vários locais aleatórios e histórias do passado comunista. Sem conhecer os antecedentes desses lugares e objetos, lentamente ao longo do tempo, o protagonista descobre que há uma relação surpreendente com os elementos do passado encontrados e com as coisas que estão prestes a acontecer no tempo presente. Coincidência, é claro! Mas como o protagonista passa mais tempo nesses locais, ele descobre outras conexões estranhas. Ele começa a questionar a lógica do acaso e decide investigar todas essas coincidências e sugestões do passado, criando uma história fascinante inteiramente baseada em eventos do acaso real. / BOVE US ONLY SKY is a layered visual and narrative allegory of individual and collective memory, as well as a contemporary form of personal mythology. A narrator leads the viewer into a magical-realist history that is bereft of fabrication. His story begins with an investigation into a plane crash in communist Czechoslovakia, which one woman (Vesna Vulovic) survived after an unlikely fall from the air. This event becomes the point of entry to a dense web of seemingly unrelated events that appear to be deeply entangled. The protagonist finds himself engaged by coincidence in several random locations and stories from the communist past. Without knowing the background of these places and objects, slowly over time, the protagonist discovers there is a surprising relation with the encountered past elements and things that are about to happen in the present time. Coincidence of course! But as the protagonist spends more time at these locations he discovers other uncanny connections. He starts to question the logic of serendipitous chance and decides to investigate all these coincidences and hints from the past by creating a mesmerizing story entirely based on real chance events.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Awards: International Film Festival Rotterdam Rotterdam Netherlands  January 27, 2019  World première / Visions du Réel, Nyon Nyon  Switzerland  April 7, 2019  International Premiere / Brisbane International Film Festival Brisbane  Australia  October 5, 2019  Australian Premiere / Filmfestival Munster Munster  Germany  September 21, 2019  German premiere / Festival Curta Cinema Rio de Janeirro  Brazil  November 4, 2019  Brazilian premiere / RIDM Montreal  Canada  November 20, 2019  Canadian premiere


“ATRAVÉS DOS ANDES” / “Across The Andes”

Documentário, animação / 25 min / Livre / Suécia / 2019

DIREÇÃO / Director: Henrik Dahlbring

ROTEIRO / Scriptwriter: Henrik Dahlbring

ELENCO / Cast: Henrik Dahlbring, Anna Dahlbring, Magnus Dahlbring

SINOPSE / Synopsis: Sete anos após o suicídio de seu pai, os irmãos Anna e Henrik Dahlbring se reúnem para discutir o pai e seu impacto em suas vidas. / Seven years after their father’s suicide, siblings Anna and Henrik Dahlbring meet to discuss their father and his impact on their lives.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: Seoul International Film Festival, Seoul Korea, Republic of, September, 2019, Korean premiere , Best Short Documentary / Family Film Project Film Festival, Porto, Portugal , October, 2019, Portuguese, premiere, Nomination: Best Short Film / London International Documentary Film Festival, London , United Kingdom, December, 2019 , British premiere, Official Selection


“ELIAS” / “Elias”

Drama / 25 min / Livre / Alemanha / 2019

DIREÇÃO / Director: Jacek Kubaczynski

ROTEIRO / Scriptwriter: Jacek Kubaczynski

ELENCO / Cast: Cayan Yildirim, Elmira Rafizadeh, Bohdan Swiderski, Beo Yalcin, Jutta Dolle, Jochen Nickel

SINOPSE / Synopsis: Uma mãe solteira tenta cuidar de seu filho doente. Durante o processo, sua atitude ousada neste caminho a leva à consequências fatais. O filme desafia o público a olhar mais de perto e formar seu próprio julgamento. Baseado em uma história verdadeira. / A single mother tries to care for her sick son. During the process her bold attitude gets in her way leading to fatal consequences. The film challenges the audience to take a close look and form their own judgment. Based on a true story.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: 17th Festival international Signes de Nuit, Paris, France, October, 2019, France Premiere SIGNS AWARD Special Mention / FLORENCE FILM AWARDS, Florence, Italy, WINNER HONORABLE MENTION: DRAMA / 25th Rabat International Author Film Festival, Rabat, Morocco, November, 2019, Morocco Premiere Official Selection

SESSÃO INTERNACIONAL XI – MÉDIA-METRAGEM – ARTHOUSEBC – SALA CINEFILIA

30/11 – 22h00

“A MELHOR MANEIRA” / “La Meillieure Manière…”

Comédia, Drama / 24 min / 14 anos / Bélgica / 2018

DIREÇÃO / Director: Ingrid Heiderscheidt

ELENCO / Cast: Ingrid Heiderscheidt

SINOPSE / Synopsis: Sabine vai diariamente ao site “suicida.be” sob o pseudônimo de Eva B. Em busca do famoso “Manual de instruções para suicídio”, censurado alguns anos após seu lançamento, ela atravessa o link virtual para conhecer Dark Boy, Barbie Turik… e encontrar a maneira perfeita de acabar de uma vez por todas … sem dor! / Sabine goes daily to the site “suicida.be”under the pseudonym Eva B. In search of the famous “Suicide instruction Manuel”, censored a few years after his release, she crosses the virtual link to meet Dark Boy, Barbie Turik… and find the perfect way to end it once and for all… without pain!


“AQUELA MANHÔ / “That Morning”

Drama / 45 min / Livre / Hong Kong / 2018

DIREÇÃO / Director: Wong Wai Nap

ROTEIRO / Scriptwriter: Wong Wai Nap

ELENCO / Cast: Wong Wai Nap

SINOPSE / Synopsis: Em Hong Kong, Eya é uma adolescente tímida que usa a escrita como uma maneira de escapar da alienação, do bullying e da solidão. No dia divertido da escola, Eya permanece calada na entrevista, mas ela não é a única que acha a vida muito difícil de suportar. Tudo mudou naquela manhã. Declaração do Diretor: Eu vivi uma vida triste em Hong Kong, enquanto Hong Kong em si é uma cidade triste. Quase 100 estudantes tiraram a própria vida entre 2015 e 2017. Entre os que escolheram a morte em vez da dura realidade, havia estudantes universitários, enquanto o mais novo tinha apenas 10 anos. Em resposta às mortes, as autoridades apenas gastam mais em promoção da vida, enquanto algumas pessoas culpam esses alunos por serem fracos demais para suportar a pressão da escola e da sociedade e outras simplesmente evitam o tema do suicídio. Nada impede o aumento da taxa de suicídio dos estudantes. / Et in Hong Kong, Eya is a shy teen who takes writing as a way to escape alienation, bullying and loneliness. On the school fun day Eya remains silent in the interview, but she is not the only one who finds life is too hard to bear. Everything is changed that morning. Director Statement: I lived a sad life in Hong Kong, while Hong Kong itself is a sad city.

Almost 100 students took their own lives between 2015 and 2017. Among those who chose death over the tough reality, there were university students, while the youngest was only 10. In response to the deaths, authorities merely spend more on life promotion, while some people blame these students for being too weak to endure the pressure from school and society, and others simply avoid the topic of suicide. Nothing stops student suicide rate rising.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: 2019 FIRST International Film Festival, Xining,  China,  July, 2019, Short Competition / 2019 La Cabina Valencia International Film Festival, Valencia, Spain,  November, 2019, Spain Premiere Medium Length Competition / 2019 Prishtina International Film Festival (PriFest), Prishtina,  Kosovo,  July, 2019,  International Premiere  Middle Length Competition


“QUEM QUEIMOU MINHA CIDADE?” / “Who Burned My City”

Documentário, Animação / 39 min / 12 anos / Egito / 2019

DIREÇÃO / Director: Muhammad Refaat

ROTEIRO / Scriptwriter: Muhammad Refaat

SINOPSE / Synipsis: De seu exílio, o cineasta tenta recontar a história da memória da revolta egípcia através de sua transformação de uma revolução em uma trama em poucos anos. Durante sua pesquisa, ele descobre que não é a primeira vez que o Cairo estigmatiza seus revolucionários com traição e lança seu caminho no esquecimento.  Neste filme, a história de duas revoltas, duas derrotas e um antagonista. / From his exile, the filmmaker tries to recount the story of the memory of the Egyptian uprising through its transformation from a revolution into a plot in a few years. During his research, he discovers that this is not the first time that Cairo has stigmatized its revolutionaries with treachery and thrown their way into oblivion. In this film, the story of two uprisings, two defeats, and one antagonist

SESSÃO INTERNACIONAL XII – CURTA-METRAGEM – ARTHOUSEBC – SALA CINEFILIA

23/11 – 18h30

“CARROÇA21” / “Wagon21”

Documentário / 12 min / Livre / Brasil / 2018

DIREÇÃO / Director: Gustavo Pera

ROTEIRO / Scriptwriter: GustavoPera

ELENCO / Cast: Elismaura Pereira dos Santos, Elitom  Pereira de Andrade Marcelino, Elisabeth Pereira de Andrade Marcelino, Elton Pereira de Andrade Marcelino, Esthefany Pereira de Andrade Marcelino, Esthefania Pereira de Andrade Marcelino e Edgar Pereira de Araújo

SINOPSE / Synopsis: Maura é uma mulher negra, mãe de 7 filhos e colecionadora de materiais recicláveis em uma das maiores cidades da América Latina. Enquanto trabalha duro para se manter, ela tem que lidar com o preconceito, a invisibilidade e a ignorância daqueles que não reconhecem o valor e o importante papel do coletor de materiais recicláveis. / Maura is a black woman, mother of 7 children and recyclable material collector in one of the largest cities in Latin America. While she works hard to maintain herself, she has to deal with prejudice, invisibility and the ignorance of those who do not recognize the value and important role of the recyclable material collector.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Awards: 11 º Circuito Penedo de Cinema (AL) – Menção Honrosa, 8º Sercine – Festival Sergipe de Audio visual (SE) – Menção Honrosa 3º Cine Açude Grande (PB) – Melhor Direção, 3ª Mostra de Fama (MG) – Melhor Filme Ambiental, 3º Curta Canedo (GO) – Melhor Filme Júri Popular 3º Mostra Lugarde Mulher é No Cinema (BA) – Menção Honrosa, 2º Festival de Cinema de Jaraguá do Sul (SC) – Melhor Documentário 1º Festival Humana de Cinema (PI) – Melhor Sonorização / 11th Penedo Cinema Circuit (AL) – Honorable Mention, 8th Sercine – Sergipe Audio Visual Festival (SE) – Honorable Mention 3rd Cine Açude Grande (PB) – Best Direction, 3rd Fame Show (MG) – Best Environmental Film, 3rd Short Canedo (GO) – Best Movie Popular Jury 3rd Place of Woman Is In Cinema (BA) – Honorable Mention, 2nd Jaraguá do Sul Film Festival (SC) – Best Documentary 1st Human Film Festival (PI) – Best Sound


“VIDA DE DESENHO” / “Drawing Life”

Drama, Animação / 13 min / Livre / Brasil / 2019

DIREÇÃO / Director: Luciano Lagares

ROTEIRO / Scriptwriter: Luciano Lagares

SINOPSE / Synopsis: Um desmotivado caricaturista de rua encontra sua inspiração artística ao se deparar com uma criança portadora de uma rara e cruel doença. Cria-se uma dependência entre os dois manifestada pela comunicação nos desenhos; o que revelará para o artista em angústia e, para o menino, numa maneira de se despedir. / A demotivated street caricaturist finds her artistic inspiration to separate from a child with a rare and cruel disease. Create a dependency between the two manifested by communication in the drawings; what to reveal to the artist in distress and to the boy in a way of saying goodbye.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: Animage – Festival Internacional De Animação De Pernambuco / Anima Mundi, 2019.


EPIRENOV” / “Epirenov”

Drama, Sci-Fi, Stop Motion, Animação / 15 min / Livre / Argentina / 2019

DIREÇÃO / Director: Alejandro Ariel Martin

ROTEIRO / Scriptwriter: Alejandro Ariel Martin

SINOPSE / Synopsis: Epirenov é o último habitante da Terra. Ele monotonamente caminha pelo deserto vazio em busca de peças necessárias para construir um parceiro. Em uma de suas turnês habituais, ele descobre um artefato que mudará seu mundo. / Epirenov is the last inhabitant on Earth. He monotonously walks around the empty desert in search of pieces necessary to build a partner. In one of his usual tours he discovers an artifact that will change his world.


“EU ESTOU OUVINDO” / “I’m Listening”

Drama / 11 min / Livre / Finlândia / 2019

DIREÇÃO / Director: Katja Korhonen

ROTEIRO / Scriptwriter: Katja Korhonen

ELENCO / Cast: Marjaana Maijala, Sari Siikander

SINOPSE / Synopsis: Nas últimas horas da noite, Mirja, apresentadora da Rádio Noturna, recebe uma ligação no ar de um possível fim do mundo. Logo essa ligação inesperada começa a estourar a bolha de Mirja de uma maneira que ela nunca teria esperado. / In the last hours of the night, Mirja, a Night Radio host, gets a call on the air of a possible end of the world. Soon this unexpected call starts bursting Mirja’s bubble in a way she never would have expected.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: Helsinki International Film Festival – Love & Anarchy Helsinki Finland September 26, 2019 National Competition / San Jose International Short Film Festival San Jose, CA United States October 26, 2019 Official Selection / Winchester Film Festival Winchester United Kingdom November 12, 2019 Official Selection


“PRÁTICA INTENSA PARA MELHORAR O DESEMPENHO” / “Intense Practice to Improve Performance”

Drama / 17 min / Livre / Egito / 2018

DIREÇÃO / Director: Yasser Shafiey

ROTEIRO / Scriptwriter: Yasser Shafiey

ELENCO / Cast: Yasser Shafiey

SINOPSE / Synopsis: Uma comédia divertida cômica e absurda, na qual os funcionários de um escritório se esforçam para esconder o fato de que fazem tudo o que querem, exceto trabalho real. / A comic and absurd playful comedy in which the staff in an office make every effort to hide the fact that they do everything they want except real work.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: Cairo International film festival Cairo  Egypt  November 26, 2018  Cairo International film festival  Official Selection / Zawya shorts Cairo  Egypt  January 2, 2019  Official Selection / Fastnet Film Festival cork  Ireland  May 26, 2019  International  Official Selection / Durban International film festival Durban  South Africa  South Africa / Medfilm festival Rome  Italy  November 8, 2019  Official Selection / Rwanda film festival Rwanda  Rwanda  October 25, 2019  Official Selection / Nuits méditerranéennes Paris  France  Official Selection / Izmir International Short Film Festival Turkey  Official Selection / Beirut international film festival Beirut  Lebanon  Official Selection

SESSÃO INTERNACIONAL XIII – CURTA-METRAGEM – ARTHOUSEBC – SALA CINEFILIA

24/11 – 18h30 

“ATAQUE DE PÂNICO” / “Panic Attack”

Psicológico, Experimental, Animação / 3 min / Livre / EUA / 2016

DIREÇÃO / Director: Eileen O’Meara

ROTEIRO / Scriptwriter: Eileen O’Meara

SINOPSE / Synopsis: Você já se perguntou “deixei o café aceso?” Ou “estou grávida de um bebê-diabo?” Este curta de 3 minutos explora a ansiedade, a obsessão e o domínio escorregadio de uma mulher sobre a realidade. / Do you ever wonder “did I leave the coffee on?” or “am I pregnant with a devil-baby?” This 3-minute short explores anxiety, obsession, and one woman’s slippery hold on reality.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: Brooklyn International Film Festival Spirit Award / Carton International Animation Festival Best International 2D Short / Clones Film Festival Francie Award / Jaipur International Film Festival Jury Prize for Animation / Bilbao International Film Festival – ZINEBI / Aesthetica Short Film Festival


“ASSISTENTE SEXUAL” / “Sex Assistant”

Documentário / 21 min / 16 / Venezuela / 2019

DIREÇÃO / Director: Andres Gonzalez Majul

ROTEIRO / Scriptwriter: Andres Gonzalez Majul

SINOPSE / Synopsis: Daniela e Andrés são um jovem casal com deficiência física de Caracas, Venezuela. Na necessidade de expressar desejo sexual entre eles, eles descobrem os amargos desafios envolvidos. Eles decidem fazer um filme sobre a busca para ser assistida em seu relacionamento sexual além das barreiras de suas cadeiras de rodas. Ambos narram esse estágio de suas autobiografias sexuais, passando por uma jornada de situações inesperadas. Superam obstáculos e preconceitos em busca de apoio. Prostitutas, médicos, fisioterapeutas e conhecidos se envolvem. Sua exploração erótica acontece na cidade mais violenta da América Latina, durante o pico acentuado de sua crise socioeconômica. Andrés e Daniela se exilaram em um quarto de hotel para contar sua história, pelo contrário, Vessa compartilhou que nunca se sentiu tão calma durante um espetáculo, como se a câmera estivesse ajudando-a a superar o estresse da peça. Durante a peça, Vesa geralmente é realmente tensa e não fala com ninguém. Ballet é a arte da juventude. Como preservar sua juventude, permanecer jovem para sempre e nunca parar de dançar – esse é o maior desafio de Vessa / Daniela and Andrés are a young couple with physical disabilities from Caracas, Venezuela. In their need to express sexual desire among them they discover the bitter challenges involved. They decide to make a film about the search to be assisted in their sexual relationship beyond the barriers of their wheelchairs. Both narrate this stage of their sexual autobiographies going through a journey of unexpected situations. They overcome obstacles and prejudices in search of support. Prostitutes, doctors, physiotherapists and acquaintances get involved. His erotic exploration happens in the most violent city in Latin America, during the sharp peak of his socio-economic crisis. Andrés and Daniela go into exile in a hotel room to tell their story. On the contrary, Vessa shared that she has never felt so calm during a spectacle, as if the camera was helping her overcome the stress of the play. During the play, Vesa is usually really tense and does not talk to anyone. Ballet is the art of youth. How to preserve your youth, to remain forever young and never stop dancing – this is Vessa’s greatest challenge.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: Festival Internacional de Cine de Viña Del Mar, Setember, 2019, Chile.


“TANDEM” / “Tandem”

Drama, Animação / 11 min / 14 anos / Brasil / 2019

DIREÇÃO / Director: Vivian Altman

ROTEIRO / Scriptwriter: Vivian Altman

SINOPSE / Synopsis: O filme nos convida a compartilhar a intimidade de Hugo e Magda (um casal de longa data) que se resignam a viver suas fantasias independentemente uma da outra. / The film invites us to share the intimacy of Hugo and Magda (a long standing couple) who are resigned to living out their fantasies independently of one another.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: Animamundi / Sex Privé São Paulo Brazil, July 26, 2019 Brazil Premiere first prize


“A VIAJEM” / “The Trip”

Comédia, Indie, Experimental / 17 min / Livre / EUA / 2019

DIREÇÃO / Director: Eileen Myles

ROTEIRO / Scriptwriter: Eileen Myles

ELENCO / Cast: Eileen Myles

SINOPSE / Synopsis: THE TRIP é um filme de viagem através da paisagem majestosa e áspera que separa as cidades do Texas Marfa e Alpine com o aclamado poeta Eileen Myles como seu guia. Inspirado na trilha sonora de Jack Kerouac do clássico poético de Robert Frank de 1958, Pull My Daisy, Myles fala da delicadeza e da realidade política com os interlocutores de bonecos Oscar, Bedilia, Montgomery, Casper e Crocky. / THE TRIP is a road trip movie through the majestic, rough-hewn landscape separating Texas towns Marfa and Alpine with acclaimed poet Eileen Myles as your guide. Inspired by Jack Kerouac’s spoken score of Robert Frank’s 1958 poetic classic Pull My Daisy, Myles talks dailiness and political realities with puppet interlocutors Oscar, Bedilia, Montgomery, Casper, and Crocky.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: Metrograph New York United States  August 11, 2019 / Poetry Foundation Chicago  United States  February 1, 2019  World Premiere / Calgary Word Festival Calgary  Canada  March 1, 2019 Canada Premiere / Segue Series New York United States February 2, 2019 East Coast Premiere / Stadelschule Frankfurt Germany March 2, 2019  European Premiere / Camden Arts Center London United Kingdom  March 3, 2019  England Premiere / Kunsthalle Bergen  Norway  March 4, 2019 / Perdu Arts Center Amsterdam  Netherlands  June 1, 2019 / Phenomenon 3 Arts Festival Anafi  Greece  July 6, 2019  Greece Premiere


“Z-43” / “Z-43”

Drama / 16 min / 16 anos / Brasil / 2019

DIREÇÃO / Director: Mateus Ferreira Alves

ROTEIRO / Scriptwriter: Mateus Ferreira Alves

ELENCO / Cast: Cléo Ávila, Heitor Ávila

SINOPSE / Synopsis: Ari, um homem de uma colônia de pescadores, abandona a pesca após viver trauma.  Seguir sua vida longe da água é o que lhe resta. / Ari, a man from a fishing colony, gives up fishing after trauma. Following your life away from water is what you have left.

Cineramabc Vivo

Foi criado com o objetivo de reconhecer os novos meios de produção e suporte de exibição audiovisual. Concentra-se na sensibilização e expansão da produção em diferentes formatos como exibições ao vivo, diferentes suportes de filmagem e gravação, formatos que ultrapassam as possibilidades da sala escura, mas não a excluem.

Programação: 3 sessões compostas por obras audiovisuais de diferentes durações, 1 performance ao vivo, 2 filmes de longa-metragem e 6 filmes de curta-metragem

Após a exibição de Cidadão Kane, a organização do festival oferece uma festa para celebrarmos juntos a 7ª arte. A cerveja foi gentilmente oferecida pelo Barbarella Café e será gratuita para o público presente.

SESSÃO VIVO I – LONGA-METRAGEM – ARTHOUSEBC – SALA CINEFILIA

21/11 – 18h30

“EDUARDO GALEANO VAGAMUNDO” / “Eduardo Galeano Vagamundo”

Documentário, Drama / 70 min / Livre / Argentina, Brasil, México, Portugal, Uruguai / 2018

DIREÇÃO / Director: Felipe Nepomuceno

ROTEIRO / Scriptwriter: Felipe Nepomuceno

ELENCO / Cast: Eduardo Galeano, Ricardo Darín, Joaquin Sabina, Paulo José

SINOPSE / Synopsis: Após a morte do escritor, amigos, personagens e leitores uruguaios de todo o mundo prestam homenagem às leituras de seu trabalho. Nasce um documentário, uma utopia. Um filme dos abraços, para o maior contador de histórias da América Latina. / After the death of the Uruguayan writer, friends, characters and readers around the world pay homage with readings of his work. A documentary is born, an utopia. A movie of the hugs, for the greatest storyteller in Latin America.

FESTIVAIS E PRÊMIOS / Festivals and Award: Festival Internacional De Cine De Guayaquil / Festival De Cinema De Triunfo / Fest Cine Pedra Azul / Dok.Fest – Munich International Documentary Film Festival / Festival De Cine Global Dominicano (Fcgd) / Cine Ceará Festival Ibero-Americano De Cinema Fortaleza, Ceará

SESSÃO VIVO II – LONGA-METRAGEM – ARTHOUSEBC – SALA CINEFILIA

22/11 – 18h30

“ANJO DE HEGEL” / “Hegel’s Angel”

Documentário, Experimental / 70 min / Livre / Haiti / 2018

DIREÇÃO / Director: Simone Rapisarda Casanova

ROTEIRO / Scriptwriter: Simone Rapisarda Casanova

SINOPSE / Synopsis: Inspirado pelas cosmologias vodou e kanaval do sul do Haiti e co-escrito com todo o elenco e equipe, Zanj Hegel La (o anjo de Hegel) é uma fábula cinematográfica que desafia as fronteiras entre ficção, etnografia e devaneio. O filme segue um garoto curioso chamado Widley cuja vida, suspensa entre atividades mundanas e mitos estrangeiros, se desdobra do tumulto de uma eleição presidencial que se aproxima. Enquanto o garoto vagueia por um campo evanescente, fazendo recados para o pai e fazendo visitas furtivas a um editor de cinema local, seus olhos perscrutadores se tornam um espelho do novo feitiço exótico que varre seu povo de um império para outro. / Inspired by southern Haiti’s Vodou and Kanaval cosmologies, and co-written with the entire cast and crew, Zanj Hegel La (Hegel’s Angel) is a cinematic fable challenging the boundaries between fiction, ethnography and reverie. The film follows an inquisitive boy named Widley whose life, suspended between mundane activities and foreign myths, unfolds away from the turmoil of an upcoming presidential election. As the boy wanders through an evanescent countryside, running errands for his father and paying furtive visits to a local film editor, his searching eyes become a mirror for the exotic new spell sweeping his people from one empire to another.